Fanzine de Bits

Menu
Geral

Artigo0037_capa

Que tal darmos aquela olhada em mais uma coleção bem bacana? Então venha comigo, pois desta vez vamos conhecer os itens de Marcus Vinicius Perrott, que se apresentou pra gente e selecionou muita coisa legal para nos mostrar, acompanhe abaixo um pouco mais sobre o colecionador e sua coleção.

1. Diga um pouco sobre você, onde vive, quem você é,  e o que gosta de fazer:
Marcus Vinicius Perrott - FotoPerrott: Me chamo Marcus Vinicius Perrott de Melo e as pessoas me chamam de Perrott, sou carioca, mas moro na cidade de Camaragibe, cidade vizinha a Recife/PE já tem 15 anos (hoje sou metade carioca e metade Pernambucano e com muito orgulho), sou formado em Sistemas de Informação, Pós-Graduado em MBA Gestão de Projetos e Graduando em Gerenciamento de Rede (com foco em CISCO). Gosto de estudar sobre tecnologia e assuntos diversos, treinar Jiu Jitsu, fazer alguns experimentos em eletrônica, e jogar Halo (zero várias vezes os mesmos jogos). Tenho como outro hobby a arte de apreciar um bom café e também tenho uma “coleção” de grãos bem diversificados (estudei tanto que me tornei barrista).

2. Como você começou sua coleção?
Perrott: Comecei minha coleção em 1998 (com cartões telefônicos, moedas e selos), todos os primeiros itens foram meu pai que me deu.

3. O que você coleciona?
Perrott: Tenho uma coleção bem diversificada, que vai desde livros antigos de Júlio Verne e Homero, cédulas, revistas em quadrinhos, pôsteres de jogos de vídeo game, cartões telefônicos, livros de RPG, cartões postais e LEGOS.

4. Qual o tamanho da sua coleção?
Perrott: Minha coleção é pequena (minha esposa não acha, risos) e estão em várias caixas e ainda não tive como ter uma estante para arrumar conforme gostaria, mas isso também é um projeto a ser conquistado.

5. Qual é o item mais valioso da sua coleção?
Perrott: Dentro de todos os itens da minha coleção o item que mais acho importante é um quadrinho do Superman #32 de dezembro de 1966 que foi do meu Pai. Já, dos itens que eu mesmo comecei a colecionar o que eu mais gosto são: A mini séria em 4 números de Tomb Raider que vinha junto com a revista Ação Games que meu irmão mais velho tinha a assinatura, a Spawn 1 que comprei em 2000 em um sebo e a O Corvo que na época comprei na banca e nem o cara da banca sabia que tinha a revista lá.

6. O que você acha que falta na sua coleção?
Perrott: Bem, minha coleção é muito motivada por itens da minha infância, então faltam muitas coisas. Aproveitei o Black Friday para chegar mais perto de completar a minha coleção do Spawn. Tenho uma lista bem grande das coisas que ainda quero completar ou começar a coleção: videogames (Master System sem fio “foram centenas de horas de jogo, tempos muito bons”, Master System III, Mega Drive, Nintendinho, Suporte Nintendo, Atari e entre outros), já os quadrinhos (DuckTales, Yuyu Hakusho a primeira edição (a de capa preta), na verdade todos os desenhos que passou da TV Manchete.

7. Possuí algum site com seus itens expostos?
Perrott: Não, mas penso em postar algumas fotos no Facebook em breve.

Mangás da Sailor Moon

Mangás da Sailor Moon, empilhados perfeitamente, que coleção muito bem cuidada

Mangás da Card Captor Sakura

Mangás da Card Captor Sakura, mais uma obra prima do CLAMP

Mangá do Dragon Ball

Mangá do Dragon Ball

YuYu Hakusho

YuYu Hakusho, um item que tem que estar em toda coleção, excelente

Lua dos Dragões

Lua dos Dragões, uma ótima mini série em 6 edições

Quero muito agradecer a sua participação, Perrott, obrigado! E você, também é colecionador de VIDEOGAMES e/ou QUADRINHOS? Quer aparecer por aqui e divulgar sua coleção? veja como participar clicando aqui.

Tags:

Comentários